A Meta, empresa que administra o Facebook, WhatsApp e Instagram, estuda lançar uma nova plataforma para concorrer com o Twitter. As informações são do jornal The Guardian.De acordo com o periódico, desde que a rede social vizinha foi comprada por Elon Musk, a companhia de Zuckerberg busca responder a um desejo de figuras públicas que buscam uma plataforma mais sensata em termos de gestão. Na lista de usuários alvos, há os nomes de Dalai Lama e Oprah Winfrey.

O aplicativo, chamado de “Project92”, mas seu nome público pode ser Threads, segundo um relatório obtido pelo site ‘The Verge’.

O relatório revela que o diretor de produtos da Meta, Chris Cox, afirmou que a Meta estava em negociações com Winfrey, que tem mais de 42 milhões de seguidores no Twitter, e o Dalai Lama, que tem quase 19 milhões, para serem usuários em potencial, acrescentando que a codificação do aplicativo começou em janeiro e seria disponibilizado “assim que possível”.

“Ouvimos de criadores e figuras públicas que estão interessados ​​em ter uma plataforma que seja administrada de maneira sensata, que eles acreditam que podem confiar e confiar na distribuição”, disse Cox, durante uma reunião, em uma aparente referência à administração do Twitter sob a direção de Elon Musk.

RP