Os organizadores do Foro de São Paulo, que dizem combater o “imperialismo estadunidense”, estão cobrando uma taxa de inscrição de 50 dólares para cada participante do evento e de 250 dólares de cada partido.A reunião do grupo de legendas e organizações de esquerda ocorrerá em Brasília entre 29 de junho e 2 de julho. O encontro no Brasil foi motivado pela eleição de Lula.

Neste ano, o evento ocorrerá no Hotel San Marco receberá representantes de partidos que defendem ditaduras, como o Partido Comunista de Cuba, Partido Socialista Unido da Venezuela e a Frente Sandinista de Libertação Nacional, da Nicarágua de Daniel Ortega.

“A XXVI Reunião do Foro acontecerá em meio a um cenário complexo, de vitórias e também de muita luta dos povos da nossa América”, diz a apresentação do encontro.

O grupo fala ainda na “necessidade de construir a integração de nossos países, proteger nossa natureza, povos e soberania, além de lutar contra os efeitos do neoliberalismo em nossa região”.

O Antagonista