Foto: Reprodução.

Susana Vieira foi a convidada do Encontro nesta segunda-feira (29/5) e deu o que falar. Além de comentar sobre a sua participação em novelas, a atriz reclamou do preconceito sofrido por conta de sua idade e ameaçou processar aqueles que a chamarem de velha.“Eu me recuso a ser tachada de velha. Acho preconceito igual chamar pessoa de cor pelos nomes que não são permitidos, igual a chamar de gorda”, explicou a artista, acrescentando que fica ofendida.

“Quero dizer que vou processar a pessoa que me chamar de velha. Eu fico muito ofendida. O maior insulto que já recebi foi [um seguidor no Instagram] me chamar de velha, ‘você ainda está no ar, sua velha’”, completou.

Susana ainda reclamou do etarismo em nosso país. “Qual é o sentido? No Brasil é pecado, você não pode envelhecer. Eu não senti o envelhecer porque estava atuando, faço teatro junto com TV, boto biquíni, adoro baile funk, arrumo namorado nos lugares que eu vou”, encerrou

Com um bom humor, a atriz explicou que sempre viaja com sua assessora, que a ajuda a manter o politicamente correto. “Ela é minha censora. Hoje em dia a gente tem que se censurar. A gente leva 25 anos para se educar, aprender a ter bons modos. Acho que de repente a gente tem que ter um novo cardápio para não cometer gafes”, explicou.

Por fim, Susana relatou que sempre busca sinônimos no Google. “Ela fala: ‘não pode mais falar isso’, a gente procura no Google qual é o sinônimo, então tá. Eu não quero ser indelicada com ninguém, nunca fui. Sempre me dei com todo mundo na televisão, de todas as etnias e religiões”, encerrou.

Por Metrópoles.