A vice-procuradora-geral da República, Lindôra Araújo, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ouvir o deputado federal Luiz Lima (PL-RJ) que acusou o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, de desviar dinheiro de empregadas domésticas para a Venezuela.Lindôra diz que a oitiva é necessária para “coletar elementos de informação mínimos” para obter “elementos consistentes que justifiquem uma investigação criminal’.

A vice-procuradora também pediu a manifestação de Moraes e do presidente da Câmara, Arthur Lira, sobre protocolar uma representação contra o parlamentar.

Na última quarta-feira (10), Luiz Lima usou a tribuna livre da Câmara para dizer que o ministro está “desviando dinheiro da empregada doméstica para entregar para a Venezuela, para matar pessoas”, além de dizer que Moraes “está de sacanagem” por suspender o Telegram. Sobre Lira, Lima chamou o presidente da Câmara de “boneco de posto”.

No dia seguinte, Luiz Lima se retratou e disse que se excedeu e que não ficou feliz com a fala.

Diário do Poder