Foto: Sergio Lima/Poder 360

Pesquisa PoderData realizada de 31 de julho a 2 de agosto mostra que 4 em 5 eleitores brasileiros dizem ter certeza de como vão votar na sucessão presidencial. O dado teve variação mínima nos últimos 3 meses, dentro da margem de erro de 2 pontos percentuais da pesquisa: no início de junho, 82% diziam ter certeza do voto; em 3 a 5 de julho, a taxa era de 81%. Hoje, está em 80%.



O resultado indica um cenário cristalizado na polarização Lula-Bolsonaro, com pouco espaço de manobra para os outros pré-candidatos. Os que pretendem votar em Jair Bolsonaro (PL) são os que mais declaram que estão certos do voto: 93%. Lula (PT) vem em seguida, com 86%.



Os números de intenção de votos dessa rodada do PoderData indicam que, se as eleições fossem hoje, Lula e Bolsonaro avançariam para o 2º turno. No 1º turno, o petista marca 43% das intenções de voto, contra 35% do atual presidente.

Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB), que respectivamente pontuam 7% e 4% na simulação de 1º turno, também têm taxas menores de certeza do voto. Só 46% dos que hoje declaram voto no pedetista dizem ter certeza de que vão manter a escolha até o dia da eleição. Com Tebet, são 56%.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, empresa do grupo Poder360 Jornalismo, com recursos próprios. Os resultados são divulgados em parceria editorial com a TV Cultura. Os dados foram coletados de 31 de julho a 2 de agosto de 2022, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 3.500 entrevistas em 322 municípios nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. O intervalo de confiança é de 95%. O registro no TSE é BR-08398/2022.

Na pesquisa, a pergunta sobre certeza do voto foi feita logo após a de intenção de voto no 1º turno. Depois de responder qual candidato pretende escolher (ou se pretende votar em branco, nulo ou não sabe como responder), o entrevistado foi questionado se votaria com certeza em quem escolheu na pergunta anterior ou se acha que até o dia da eleição pode mudar de ideia e escolher outro candidato.

Poder 360