Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte é a força de segurança do estado com maior déficit no efetivo. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros também apresentaram defesagem na pesquisa realizada.De acordo com um levantamento publicado pela Associação dos Delegados de Polícia do RN (Adepol) e feito pelos classificados no último certame da Civil, o efetivo atual da Polícia Civil é referente a 25% do ideal para atuar.

Ainda conforme o estudo, a Polícia Militar é a segunda força maior com problemas no efetivo, com 62%. Já o Corpo de Bombeiros, tem a defasagem de 71%.

A Polícia Penal é a única não atingida pelo problema. Segundo o que foi apurado pelos classificados, o número de policiais penais correspondem às necessidades.

96 FM