Policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) deflagraram, no último sábado (23), a 4ª fase da Operação “Sinaloa” e apreenderam quatro fuzis e vários carregadores. O material foi encontrado no distrito Sítio Sítio, localizado entre os municípios de João Dias e Antônio Martins, e a propriedade pertence à família Jácome de João Dias.

Em caixas enterradas no local, foram encontrados três fuzis 556 e um AK-47. As investigações iniciaram a partir da informação de que ocorreria uma chacina na região, em crime semelhante ao que ocorreu no dia 13 de janeiro de 2019, onde quatro pessoas foram executadas e duas foram vítimas de tentativa de homicídio.

De acordo comn a DEICOR, os quatro irmãos, mortos em confronto com a polícia na Bahia, integravam parte da lista dos procurados pela Organização Internacional de Polícia Criminal (INTERPOL) e, há anos, estavam foragidos da Justiça, vivendo uma vida confortável, a partir de rendimentos oriundos da venda de drogas. Romeu Jácome foi detido e recambiado ao RN, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Essa é mais uma ação integrada à operação HÓRUS do programa Guardiões da Fronteira, da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e da Segurança Pública (SEOPI/MJSP). A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181, ou dos números da DEICOR: (84) 3232-2862 e/ou (84) 98135-6796 (WhatsApp).

Fonte: Fim da Linha.