Rayana (direita) foi morta pela própria irmã
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Após uma discussão, a policial militar Rhaillayne de Oliveira de Mello, do 7º BPM (São Gonçalo), fez vários disparos de arma de fogo contra a própria irmã, que morreu na hora. O crime ocorreu nesse sábado (2), no bairro Porto Velho, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio.

Coube ao marido da agente, que também é policial, dar voz de prisão a ela. A PM foi levada para a 73ª DP (Neves) e foi encaminhada para a Delegacia de Homicídios de Niterói.

A briga aconteceu em um Posto de gasolina da região. No local, a Globonews exibiu as primeiras imagens da área isolada pela polícia. O pai da vítima estava por lá mas, abalado, preferiu não falar com a imprensa.Foto: José Lucena/TheNews2/Agência O Globo

Segundo apuração feita pela reportagem de TV, as irmãs começaram a discutir quando saíram de uma festa, enquanto estavam em um carro de aplicativo. No posto, elas se separaram. Rhaillayne voltou depois, armada e matou a irmã.

‘Quero ela de volta’, dizia policial militar durante depoimento

Ao prestar depoimento na Delegacia de Homicídios de Niterói nesse sábado (2), foi possível ouvir gritos de Rhaillayne dizendo “quero a minha irmã de volta”.

Com informações de Yahoo! Notícias