Na manhã desta sexta-feira (01), a Fifa anunciou um novo sistema semiautomático para detalhar lances de impedimento na Copa do Mundo.espoO novo sistema tem o objetivo de dar mais agilidade às partidas e diminuir o tempo de checagem do VAR. Por isso, a nova tecnologia contará com 12 câmeras no teto do estádio para seguir a bola e 29 pontos de cada pessoa em campo, 50 vezes por segundo, calculando sua exata posição. A bola ainda terá um sensor instalado em seu centro para determinar o momento exato em que o autor do passe fez o contato com ela.

Após a confirmação do var, uma imagem em 3D será transmitida nos telões do estádio mostrando a posição exata dos jogadores.

“Na Copa do Mundo de 2018, a Fifa deu um passo importante ao usar o VAR na maior competição do mundo, e provou ter sido um sucesso. Os impedimentos semiautomáticos são uma evolução do sistema do VAR que foram implantados ao redor do mundo. Essa nova tecnologia é o resultado de três anos dedicados a pesquisas e testes para providenciar o melhor para os times, jogadores e torcedores que foram ao Catar neste ano”, disse o presidente da entidade, Gianni Infantino.(BlogJS)