Foto: Sérgio Lima/Poder360

A taxa de desemprego do Brasil recuou 4,3 pontos percentuais em 1 ano. A queda foi maior do que nos países do G20. O índice chegou a 10,5% no trimestre encerrado em abril de 2022, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).O desemprego atingiu o menor nível desde 2016. Em comparação com o trimestre de fevereiro, março e abril, foi a menor taxa desde 2015.

A atividade econômica foi impactada pela pandemia de covid-19 e, mais recentemente, pela guerra entre Ucrânia e Rússia. Os novos casos do coronavírus no mundo, que fizeram a China adotar medidas de lockdown, também têm efeito na economia global.

Dos integrantes do G20, 18 registraram redução de taxas em 1 ano. A maior queda é do Brasil.



Em números absolutos, a população desocupada chegou a 11,3 milhões de pessoas no trimestre encerrado em abril, queda de 5,8% em relação ao trimestre anterior, de novembro de 2021 a janeiro de 2022.

O recuo representa uma diminuição de 699 mil pessoas que procuram emprego. Na comparação com o trimestre encerrado em abril de 2021, o número de desocupados caiu 25,3%, ou 3,8 milhões de pessoas.

Poder360