O presidente Jair Bolsonaro (PL) repercutiu as declarações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que disse ter pedido para que Fernando Henrique Cardoso (PSDB) libertasse os sequestradores do empresário Abílio Diniz, crime que ocorreu em 1989.