Foto: reprodução/Record TV

Um dos helicópteros que pertenciam ao traficante André do Rap, apreendido em operação da polícia que prendeu o criminoso em 2019, está sendo usado para transferir órgãos para transplante em São Paulo.

Nesta quinta (26), o veículo foi usado para levar um pulmão e um coração doados por parentes de um paciente que morreu no Hospital Geral de Pirajussara, na zona sul da capital, até o Incor (Instituto do Coração), onde outro paciente esperava o órgão para o transplante.

O helicóptero EC 130B4 da Airbus Helicopter foi incorporado à frota da Polícia Civil de SP no ano passado e agora começa a ser usado no transporte para o transplante de órgãos. A aeronave é avaliada em R$ 8 milhões. A polícia de São Paulo passou a usar também com a mesma finalidade um avião Caravan 208B da Cessna, igualmente apreendido na operação que prendeu André do Rap, em Angra dos Reis (RJ).

André Oliveira Macedo foi solto um ano após habeas corpus concedido pelo ministro Marco Aurélio Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal). Horas depois, ele teve novamente a prisão decretada pelo presidente da Corte, Luiz Fux, mas André do Rap já estava em liberdade. Atualmente, ele é considerado foragido.

Antes de ser preso, André do Rap era tido como uma das principais lideranças da facção PCC.

R7