Neste domingo, 10, o senador Alvaro Dias(Podemos-PR), líder do Podemos no Senado, concedeu uma entrevista ao vivo para o Jornal da Manhã, da Jovem Pan News, para falar sobre a possibilidade de abertura de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) na Casa para investigar os repasses do Ministério da Educação (MEC) para prefeituras de diversas partes do Brasil.A investigação seria motivada pelo escândalo que estourou na imprensa por causa de um áudio do ex-ministro Milton Ribeiro afirmando favorecer pastores no caso de repasses. Segundo Dias, essa foi a primeira vez que ele não apoiou a abertura de uma CPI, por considerar que ela ‘seria apenas um palanque armado com objetivos eleitoreiros’. “Em ano eleitoral, especialimente na situação do Brasil, uma CPI é um palanque. E nós já vimos isso na CPI da Covid. Era importante aquela CPI, mas infelizmente ela não atuou como deveria”, disse Dias.