Foto: Gabinete do Presidente da Ucrânia

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky afirmou, nesta quinta-feira (17), que quem tentar se juntar às forças russas na Ucrânia tomaria “a pior decisão de sua vida”, em uma mensagem de vídeo postada nas redes sociais.“Uma vida longa é melhor do que o dinheiro que você oferece por uma vida curta”, disse Zelensky. Ele declarou que a Ucrânia tem informações de que os militares russos estão recrutando mercenários de outros países, mas disse que isso não os ajudará.

As forças ucranianas ainda estão mantendo todas as áreas-chave do país, acrescentou.


“Novos recrutas russos foram feitos prisioneiros”, continuou Zelensky. “Não precisamos de 13 ou qualquer número de milhares de soldados russos mortos”.

Dirigindo-se ao povo russo, ele proclamou: “não queríamos esta guerra. Queremos apenas paz. E queremos que você ame seus filhos mais do que teme suas autoridades”.

Zelensky dirigiu-se ao Parlamento alemão nesta quinta-feira após discursos anteriores a legisladores britânicos, canadenses e norte-americanos. Ele reafirmou em sua mensagem que continuaria falando com os estados parceiros. “Sinto que estamos sendo cada vez mais compreendidos. Na Europa, no mundo, em diversos países.”

CNN Brasil