Foto: Reprodução

A governadora Fátima Bezerra, do PT, vai esticar ao máximo o anúncio do vice-governador e do senador na chapa governista. Ela sabe que após o fechamento dos nomes majoritários a debandada vai ser grande a partir do dia 03 de março, quando tem início a abertura da janela partidária, que vai até o dia 1º de abril. Nesse período é permitido a troca de partidos. Os insatisfeitos com a composição política que deverá ser formada com o PT potiguar deverão pousar em outros ninhos políticos.

A janela partidária ocorre todo ano em que há eleições. E nada mais é do que um prazo de 30 dias para que parlamentares possam mudar de legenda sem perder o mandato vigente. Esse período acontece seis meses antes do pleito.

O deputado federal Rafael Motta(PSB), aliado da governadora Fátima Bezerra já está começando a falara grosso sobre o PT fechar com outro partido para o Senado, sem antes ouvir os partidos até então aliados. Resumindo, Rafael Motta entra na relação dos que desejam disputar o Senado com Fátima Bezerra, alegando o direito da preferência por estar na base governista desde o início da gestão. Complicou para Fátima Bezerra porque a oposição já faz afagos à Rafael.

Rafael Motta, que tem aliados políticos que não simpatizam com a governadora Fátima Bezerra não vai ter tanta dificuldade para deixar para trás o governo petista.(Blog de daltro)