Foto: Reprodução

A Polícia Civil de Penápolis (SP) vai instaurar inquérito para investigar a morte de uma menina de 1 ano que deu entrada no pronto-socorro na tarde desta segunda-feira (14).De acordo com o boletim de ocorrência, a criança chegou com rigidez cadavérica, diversas marcas roxas e dilaceração do ânus, aparentando violência sexual.

A médica responsável por receber a menina, que foi levada por uma ambulância do Corpo de Bombeiros, acionou a Polícia Militar após notar os sinais de violência e suspeitar da versão apresentada pela mãe.

Ainda conforme o boletim de ocorrência, a mãe e o padrasto da criança foram questionados sobre o ocorrido e disseram que colocaram a filha para dormir na noite de domingo (13) e perceberam que a criança estava morta somente quando foram acordá-la na manhã desta segunda-feira (14).

O policial militar que conversou com a mãe e o padrasto entrou em contato com o Conselho Tutelar, descobrindo que havia diversas denúncias de maus-tratos envolvendo a vítima.

O caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Penápolis. Exames periciais serão realizados no corpo da menina. Nenhuma prisão tinha sido feita até a publicação desta reportagem.

g1