A Prefeita de Pau dos Ferros (RN), Marianna Almeida (PSD), completou em dezembro o primeiro ano de sua gestão, mostrando que gosta de “bater perna” fora do Município. O problema para a Prefeitura do município do Alto Oeste potiguar é que os giros da mandatária por outras cidades do Rio Grande do Norte (RN) e fora do Estado redundam em pagamento de diárias. Em 2021, os cidadãos pauferrenses pagaram R$ 12.487,50 a Marianna com esse tipo de despesa.

É possível se ter uma noção do que esse custo extra representa para a Prefeitura de Pau dos Ferros. Como base de comparação, em todos os quatro anos anteriores, ex-prefeito Leonardo Rêgo, antecessor de Marianna no cargo, recebeu R$ 11.474,90 em diárias. Uma média de R$ 2.868,75 por ano. Quatro vezes menos que o recebido pela prefeita só no primeiro ano de administração.

Considerando-se ainda que o salário de prefeita de Pau dos Ferros é de quase R$ 16 mil sem descontos, e de que fica próximo aos R$ 12 mil após os descontos, na prática o pagamento de diárias acabou se revertendo em uma espécie de 14º salário para Marianna Almeida.

Ao fazer uma breve avaliação nas datas das diárias da prefeita, também chama a atenção o fato de em algumas delas não haver registros das viagens oficiais nas redes sociais. Nem no perfil pessoal de Marianna, nem no da Prefeitura. Entre 25 e 27 de novembro, por exemplo, a prefeita deu publicidade apenas a um evento partidário de que participou em Natal. O que contraria a prática da prefeita de postar nesses perfis os seus compromissos mais importantes.

Uma análise por parte do Tribunal de Contas (TCE/RN) e do Ministério Público do Estado poderia confirmar o grau de regularidade nesses gastos da prefeita.(RP)