O ator Marco Pigossi 


revelou que o autor de novelas Silvio de Abreu e ex-diretor de dramaturgia da Globo defendia que atores não deveriam assumir sua homossexualidade publicamente, “pois as donas de casa e telespectadoras em geral enxergam o galã como ‘machão’”

. Em entrevista à revista Piauí, onde fala sobre a trajetória para assumir que é gay, o artista teceu críticas à Globo. “Era tudo uma violência”, afirmou.

“Em 2010, o ano em que emendei Caras & Bocas direto para a novela Ti Ti Ti, li uma entrevista do Silvio de Abreu, autor de telenovelas e então diretor de dramaturgia da Globo, na Folha de S. Paulo. Ele dizia que atores gays não deviam assumir sua sexualidade publicamente, pois as donas de casa e telespectadoras em geral enxergam o galã como ‘machão’”, disse Pigossi.