Acompanhado de policiais militares, um oficial de justiça tentou dar cumprimento, na tarde desta terça-feira, ao mandado de prisão contra o ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves.Por se tratar de ação de alimentos, por falta de pagamento de pensão ao filho caçula, não há autorização para entrada da polícia em casa, e o oficial de justiça foi informado que o ex-deputado não estava em casa.

No Tribunal de Justiça de São Paulo (RN), um agravo de instrumento com pedido de liminar foi apresentado pela defesa de Henrique, mas foi indeferido sob argumento de que a decisão, com ordem de prisão estava correta.

Thaisa Galvão