Da redação - Assú Notícia: É de mal a pior a gestão da prefeita (por tempo indeterminado) Maria Olímpia, quando se falar em gestão para todos. Não é novidade acompanhar a contramão da gestão que não colabora para o crescimento de futuros profissionais em diversas áreas.

A mãe de alguns alunos que fazem cursos em Assú, estão de mãos atadas e sem entender o motivo pela qual a prefeita não autoriza o transporte para os alunos à noite. Por dois dias consecutivos, os alunos não assistem aulas na cidade, por causa da ausência de transporte. Isso está acontecendo logo após o veículo toro da prefeitura, ter sido apreendido pela Polícia Rodoviária Federal em uma blitz acontecida na BR-304, por apresentar irregularidade. O carro que deveria ser de uso exclusivo para a saúde, é usado como 'taxi' para transportar os alunos.

Contudo, a cidade têm um micro-ônibus escolar, que em 14 de Maio de 2018, a gestora fez um marketing na internet alegando que teria recuperado o veículo que encontrava-se abandonado há muito tempo em uma oficina na cidade de Caicó, e em 2021, o cujo veículo sumiu.

Querendo aparecer como uma boa gestão, a prefeita (por tempo indeterminado), invade a contramão e libera transporte para a realização do Exame Nacional de Ensino Médio - ENEM 2021, tentando aplicar como 'uma boa gestora'. Mas, para as mães dos alunos, isso é contraditório sem apresentar nenhuma justificativa pelo motivo de não disponibilizar veículo para os filhos estudarem em Assú.

Com a apreensão do veículo toro, por circular de forma irregular, com impedimento administrativo, facultou o transporte dos alunos e a secretaria de educação não tem pulso firme para definir e por ordem na casa. Segundo informações repassar pela mãe de um dos alunos, que preferiu não se identificar, um carro terceirizado que presta serviço a prefeitura, para transportar os alunos, teve o veículo apreendido também pela PRF em uma fiscalização.

Enquanto a prefeita (por tempo indeterminado) não faz o seu papel, os alunos ficam prejudicados, perdendo aula, atividades e tendo a possibilidade de ter os sonhos impedido pela irresponsabilidade da chefe do executivo e dá secretária de educação. Segue a gestão da incompetência, irresponsabilidade e alvo de investigação.