A situação continua de calamidade pública no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal (RN).

Faltam medicamentos, fios cirúrgicos e até coletor para exames. Os maqueiros e os funcionários da limpeza estão parados Ontem (12) ocorreu mais um problema sério: o sistema eletrônico está fora do ar.

Culpa da “genocida” Fátima Bezerra, como está sendo tratada diante de tanto abandono na saúde e óbitos de crianças em hospital por culpa de falta de ação. (RP)