Wesley Safadão declarou ainda que irá levar o evento “Weekend” para outras países – Foto: Romilson Sales/Divulgação

Após cerca de um ano e meio de pandemia, Wesley Safadão viajou até Cancún para voltar com os shows. Com início na última sexta, 8 de outubro, e programado para até o dia 12 de outubro, o “WS Weekend” reuniu diversas celebridades no México, incluindo a dupla sertaneja Matheus e Kauan e o humorista Tirullipa.O cantor Wesley Safadão chegou a fazer um brinde ao lado de Tirullipa — durante o reencontro com fãs — pela retomada de shows, a saúde e ao “fim da pandemia”.


“Vamos levantar o copo e fazer um brinde, agora. Vamos brindar a alegria, a saúde, a felicidade, ao retorno dos shows, ao fim da pandemia. Vamos brindar, vamos brindar, vamos brindar”, declarou Wesley Safadão.

Apesar da redução de mortes e casos de Covid-19 em todo o mundo com o avanço da vacinação, o que permite a retomada de eventos, a pandemia ainda não acabou. Em julho, o Comitê de Emergência da Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que “a pandemia está longe de acabar” e que existe a “forte probabilidade” de novas variantes do Sars-Cov-2 ainda “mais perigosas”.

O evento foi transmitido ao vivo pelo YouTube. No repertório do cantor, canções de projetos “TBT”, “WS Sem Limites”, “WS em Casa”, “Safadão Amplificado”, entre hits de amigos da música.

A programação do evento teve início na noite de sábado (9), com shows de Marcelo Falcão, Matheus e Kauan, Eme DJ, The Otherz e MC Matheuzinho.

MOMENTO DE CRISE

Wesley Safadão e a influenciadora Thyane Dantas chegaram no México no início da semana, em meio a uma crise que passam no Ceará, ao lado da produtora do cantor — Sabrina Tavares.

O cantor e a esposa foram indiciados por peculato devido à vacinação irregular na capital cearense. Já a produtora foi indiciada por infração de medida sanitária. No total, o inquérito terminou com oito pessoas indiciadas pela Polícia Civil.

O cantor de forró e a produtora se imunizaram com a dose única da vacina Janssen em local diferente do agendado. Já Thyane Dantas, que tem 30 anos, também se vacinou com o imunobiológico no mesmo dia (8 de julho) e local, mas de forma antecipada e irregular, pois a campanha de imunização ainda não havia chegado na idade dela. Com informações do Diário do Nordeste. Via: Blog de Daltro.