A pesquisa IP SENSUS/Ranking apontou que o governo do estado tem rejeição de 45,15%. Ou seja, quase metade dos potiguares reprovam a administração Fátima Bezerra. E apenas 36,56% aprovam o "modelo administrativo" implantado pelo PT.E não era para menos. Afinal, são 33 meses e alguns dias de pleno e completo apagão.

Pagar em dia, é dever. Não favor ou motivo de vangloriar-se.

Os atrasados, que irresponsavelmente Robinson Faria deixou, é para o estado, que é o devedor, obrigação.

Além disso, qual a obra de relevância que o governo petista construiu?

Mas, a sorte da governadora é algo fora do comum. Não há em toda a classe política do Rio Grande do Norte, um só nome que reúna as qualidades necessária, para edificar uma chapa nem mesmo mediana, que seria o suficiente para derrotar Fátima Bezerra.

O estado está, verdadeiramente sucateado. Até mesmo em nome de peso.

Assim e somente assim, Fátima desfila rumo a um novo mandato.

O que é péssimo para o RN.

Fonte: RNPOLÍTICAEMDIA