O papa Francisco afirmou que nunca passou pela sua cabeça renunciar à liderança da Igreja Católica após sua cirurgia no cólon em julho passado. A declaração foi dada em entrevista à rádio espanhola Cope, divulgada na íntegra nesta quarta-feira (1º), e rebate rumores sobre uma possível abdicação publicados pela imprensa argentina.

“Nem passou pela minha cabeça. Não sei de onde tiraram que eu ia apresentar minha renúncia”, disse o pontífice, acrescentando que sempre que um papa está doente “corre uma brisa ou um furacão a respeito de um conclave”.

Ainda no início de seu pontificado, Francisco chegou a dizer que tinha a sensação de que sua gestão seria “breve”, de “quatro ou cinco anos”, mas em março de 2022 ele completará nove anos no trono de Pedro.

No entanto, de acordo com Jorge Bergoglio, boatos sobre uma eventual renúncia nascem de “interpretações distorcidas” de suas declarações, e ele prefere se calar porque responder “é pior”. RP