Ontem à noite, a ministra do Supremo deu 12 horas para que a CPI da Covid dê explicações sobre um suposto vazamento de dados do líder do governo

O deputado Ricardo Barros, líder do governo na Câmara, usou o Twitter para comemorar a decisão da ministra Cármen Lúcia determinando que a CPI da Covid dê explicações sobre um suposto vazamento de dados do parlamentar.“Carmen Lúcia do STF dá 12 HORAS para CPI se explicar sobre quebra de providências contra vazamentos de informações sigilosas. Toma CPI!!!!”, escreveu.

Como mostramos, o deputado diz ter sido procurado por um jornalista que teria tido acesso a informações obtidas por meio de relatório de inteligência do Coaf. O documento é listado como sigiloso pela CPI.

Fonte: o Antagonista

Foto: Agência Senado