Em entrevista ao Fórum Onze e Meia desta sexta-feira (23), a pesquisadora (UFC) e feminista Lola Aronovich comentou sobre o caso da deputada Joice Hasselmann e afirmou que, levando em conta como se dão as violências de gênero, o marido é o principal suspeito.“O principal suspeito é o marido. Mas, a história está muito mal contada, ela apresentou versões diferentes, já errou a série que estava assistindo”. No entanto, Aronovich afirmou que, independentemente do campo ideológico de Joice Hasselmann, “é sempre horrível ver um rosto tão machucado”.

Posteriormente, por conta da aparência da parlamentar, “ela foi muito espancada, deve ter levado chutes, alguém não ter ouvido é meio complicado”. A entrevistada também levanta outro ponto sobre o caso da deputada Joice Hasselmann: “o marido dela é médico, se ele estava lá, a primeira coisa que deveria ter feito é chamar a ambulância”. RP