Esta próxima parcela era até pouco tempo considerada a última do Auxílio Emergencial a ser paga pelo governo em 2021. Porém, na última semana o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou que uma prorrogação do benefício até setembro ou outubro já está nos planos do governo. Segundo ele, a intenção é estender o pagamento por mais duas ou três parcelas para coincidir com o calendário de vacinação dos estados brasileiros.

Assim, no mês de julho os beneficiários do programa federal vão receber a quarta parcela do auxílio emergencial conforme o calendário já divulgado pelo Ministério da Cidadania a partir de 23 de julho.

Fonte: IstoÉ