Em live sobre “as relações Brasil-Cuba e os dias atuais” transmitida no YouTube no fim do mês de maio, José Dirceu, que foi ministro-chefe da Casa Civil durante o Governo Lula, afirmou que espera a partir de 2023 poder estender a mão ao povo cubano novamente, em análise do cenário político e eleitoral na América Latina.“Creio que com vitória nossa aqui no Brasil, espero podermos a partir de 2023 estender de novo a mão ao povo cubano”, disse Dirceu após citar “vitórias eleitorais” no México, Argentina e Bolívia e “rebeliões” no Chile, Equador, Colômbia e Bolívia.
BG