90 e um É um canalha! Lula pede desculpas “ao povo italiano” por não ter extraditado Cesare Battisti

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu desculpas à população italiana por não ter extraditado Cesare Battisti. No último dia do seu 2º mandato, em 31 de dezembro de 2010, Lula concedeu asilo ao ex-membro do grupo Proletários Armados pelo Comunismo, que foi condenado na Itália por assassinato.
O pedido de desculpas aconteceu durante entrevista para a TV italiana TG2 Post, na sexta-feira (9). “Peço desculpas ao povo italiano. Pensei que ele não era culpado, mas depois de sua confissão, só posso me desculpar“, disse Lula.

O ex-presidente também afirmou que a sua decisão foi baseada nos conselhos do seu então ministro da Justiça, Tarso Genro. Lula afirmou que acreditava na inocência de Battisti e, por isso, achava que tinha tomado a decisão correta.

O italiano era integrante do Partido Proletariado Comunista quando foi acusado de terrorismo. Na década de 1970, foi sentenciado pelo assassinato de 4 pessoas. Sempre negou os crimes. Em 1993, foi condenado à prisão perpétua na Itália.

Viveu como fugitivo por 30 anos, antes de chegar ao Brasil, em 2004. Durante o governo de Lula (2003-2010), o Brasil concedeu asilo a Battisti. Em 2010, a Itália pediu a extradição, aceita pelo STF (Supremo Tribunal Federal), mas negada pelo petista em 31 de dezembro de 2010.

Via: Robson Pires