Que todos os dias possamos refletir sobre as pessoas com Transtorno do Espectro Autista, reconhecendo que cada autista é único, capaz de incluir-se no meio social.
Acolher e respeitar o Autista é uma lição de amor e carinho.