Em todos os Estados e no Distrito Federal, as mulheres recebem remuneração média inferior ao dos homens. A diferença do valor varia bastante entre os locais.
A pior situação para as trabalhadoras é observada no Mato Grosso do Sul: no estado, a remuneração média das mulheres equivale a apenas 65,4% da recebida pelos homens.

A melhor relação é observada no Amapá, onde os valores são muito próximos, embora as trabalhadoras também estejam em desvantagem. No estado, a remuneração dos homens é de R$ 2.171, enquanto as mulheres recebem R$ 2.162.

Os números foram compilados pela consultoria IDados com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio e são referentes ao terceiro trimestre do ano passado.

G1