Em entrevista à imprensa, o novo presidente da Femurn Babá Pereira acusou o Governo do Estado de acumular débito com os municípios na Farmácia Básica e no Proedi. “São mais ou menos R$ 80 milhões que o Governo do Estado tem em débito com os municípios, então essa pauta é prioridade nossa”, afirmou.

Ele disse que os municípios irão “buscar o entendimento” com o Executivo estadual, caso contrário a cobrança será feita na justiça.

Política em Foco