Jair Bolsonaro voltou a criticar prefeitos e governadores que retomaram as restrições de medidas de isolamento social.

“Os números agora apontam que o Brasil está voltando à normalidade. Mas não podemos fechar de novo tudo. Se fechar, o governo não tem mais como socorrer a esses necessitados [com auxílio emergencial]. Ultrapassamos a nossa capacidade de endividar”, afirmou em live nesta sexta-feira.O presidente disse ainda que o “fica em casa e economia vem depois”, não funcionou e que a União “ultrapassou a capacidade de endividamento”.

RP