Nada de paredões de som em tempos de pandemia de Coronavírus. Eles estimulam aglomeração em bares, outros locais e calçadas de casas. Sem falar que sempre vem acompanhado do uso de álcool que segue com venda proibida nos estabelecimentos comerciais por decreto.

Vai fazer barulho na China!

RP