Foto: Divulgação

As exportações de carne bovina, tanto in natura quanto processadas, caíram 25% em abril deste ano. A consequência na receita foi uma queda de 43%. Os dados são da Abrafrigo (Associação Brasileira de Frigoríficos), a partir da compilação dos números da SECEX (Secretaria de Comércio Exterior) e do MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços).

Num balanço total, 74 países clientes do Brasil reduziram suas compras, enquanto outros 65 aumentaram. Em comparação com o mesmo mês, em 2022, o Brasil perdeu US$ 513,1 milhões.

Segundo a associação, o cenário se deu em razão da diminuição das importações pela China e pela queda nas vendas para outros clientes importantes, como Chile e Egito.

Em comparação com abril de 2022, os preços médios das carnes para exportação caíram 24,7%, passando de US$ 5.916 para US$ 4.455, em 2023.

Poder360