Rogerio Marinho – (Kaio Lakaio/VEJA)

Líderes de partidos da oposição da Câmara e do Senado apresentaram um ofício ao presidente do Congresso, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), em que pedem a manutenção da sessão do Congresso, prevista para hoje (18). Pelo regimento do Legislativo, a abertura da sessão implicaria na instalação da comissão mista para análise dos atos de 8 de janeiro, uma vez que ela conta com o número suficiente de assinaturas.

“Ressaltamos que há acordo para o adiamento da votação da matéria relacionada ao Piso da Enfermagem, mas reafirmamos a imprescindibilidade da sessão conjunta para a deliberação das demais matérias em pauta e para a leitura do requerimento de criação da CPMI de 8 de janeiro”, registram no documento.

Entre os parlamentares que assinam o documento estão os líderes da oposição no Senado, Rogério Marinho, e na Câmara, Carlos Jordy, da minoria no Senado, Ciro Nogueira. Mais cedo, líderes da base do governo pediram o adiamento da instalação da sessão do Congresso.

O Antagonista