Foto: Dayvissom Melo/NOVO Notícias

A quantidade de multas de trânsito registradas em Natal disparou após a instalação do sistema de fiscalização eletrônico em vias estaduais, como a Roberto Freire e a João Medeiros Filho.Dados do setor de Estatística do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran RN) apontam que, somente na Av. Engenheiro Roberto Freire (RN 063), o número de autuações subiu de 320 em janeiro para 7.025 em fevereiro. Em março, o número foi de 250, mas os dados só foram compilados até o dia 15.

Na Av. João Medeiros Filho (RN 302), foram registradas 2.951 autuações em dezembro, 3.507 em janeiro e 4.553 em fevereiro. Até 15 de março, o Detran 237 registrou autuações.

Muitos motoristas têm sido multados por avançarem semáforos vermelhos após as 23h nessas vias e em outras, como o trecho da Rota do Sol entre os conjuntos Alagamar e Ponta Negra.

Acontece que, nas vias sob jurisdição da STTU, em Natal, é permitido avançar nos semáforos vermelhos das 23h às 5h. No entanto, muitos condutores não sabem quais são as vias estaduais e federais e acabam cometendo a infração sem saber que é proibido. Eles ultrapassam os sinais vermelhos em rodovias estaduais, os radares instalados pelo Detran RN fotografam os veículos e a multa é registrada.

Em um levantamento da Associação dos Motoristas Autônomos por Aplicativos do RN, com cerca de 500 condutores, quase duas mil multas foram registradas até o momento. A entidade está tentando negociar com o Detran um perdão das multas.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê multa de R$ 293,47 e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação caso o motorista ultrapasse o sinal vermelho. De acordo com o Detran RN, “não existe legislação de trânsito que autorize o avanço do semáforo durante a madrugada, por isso o órgão não pode ir contra o que está previsto no CTB”.

Redução de acidentes

Um levantamento feito pelo Detran RN no início deste mês aponta que os índices de acidentes de trânsito nas vias estaduais que receberam o sistema de controle eletrônico de velocidade reduziram. As informações coletadas mostram uma redução mais acentuada na Rota do Sol (-84,6%), Avenida Omar O’Grady (-57,1%), Avenida Engenheiro Roberto Freire (-32,7%) e Via Costeira (-40%). Apenas a Avenida João Medeiros Filho teve aumento (+6,1%). “Um dos pilares do Detran é incentivar a obediência à sinalização e à velocidade estabelecidas pelo Código de Trânsito”, informou o órgão.

Com informações de Novo Notícias