Foto: Alex Régis

A cúpula da Segurança Pública do Rio Grande do Norte irá levar ao governador em exercício, Walter Alves (MDB), a pedido da Federação da Agricultura, Pecuária e Pesca do Rio Grande do Norte (Faern) e dos produtores rurais do Estado, demandas sobre a preocupação com a possibilidade de invasão de propriedades rurais pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).A reunião está prevista para o início da tarde desta quarta-feira (19). O pedido foi feito durante encontro da própria Federação com os produtores e a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), nesta terça-feira (18).

De acordo com a Faern, serão levadas ao governador em exercício questões que envolvem, dentre outros pontos, inteligência e monitoramento desses possíveis casos. “As demandas dizem respeito também à garantia do direito e da ordem, para que não ocorram invasões”, disse José Vieira, presidente da Faern.

O titular da Sesed, Coronel Francisco Araújo, afirmou, na reunião de ontem, que aguarda informações do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape) e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar (Sedraf) para planejar ações de segurança referentes à questão.

Tribuna do Norte