Foto: Reprodução/MST.

O deputado Rodolfo Nogueira (PL-MS) apresentou um pedido de informações ao ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa, sobre a ida do líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, à China na comitiva do presidente Lula.Para o parlamentar, não há justificativas para a participação de Stédile na comitiva presencial, visto que ele “não possui nenhum cargo público e muito menos contribui para o fortalecimento das relações comerciais e diplomática entre os dois países”.

“A participação do líder do MST em uma viagem oficial do presidente pode prejudicar a reputação do Brasil no cenário internacional, uma vez que pode ser interpretada como uma demonstração de desrespeito à legalidade e aos direitos fundamentais”, disse Rodolfo.

Como se trata de um requerimento de informações, o governo federal é obrigado a respondê-lo em um prazo de 15 dias.

Por O Antagonista.