A Comissão de Ética da Presidência da República vai apurar a conduta do ministro das Comunicações, Juscelino Filho. Em reunião do colegiado, nesta terça (28) foi deliberada a abertura de um processo investigativo, conforme informação do Estadão.O ministro é suspeito de usar um voo da Força Aérea Brasileira (FAB) para participar de um leilão de cavalos em São Paulo.

Também nesta terça-feira o colegiado decidiu pela abertura de mais uma apuração sobre o caso das joias trazidas em uma comitiva do governo Jair Bolsonaro. Os bens não foram declarados à Receita Federal.

O Antagonista