Foto: Divulgação

Policiais civis da 23ª Delegacia de Polícia (DP de Extremoz), com apoio da 21ª Delegacia de Polícia (DP de São Gonçalo do Amarante), deflagraram, nesta sexta-feira (15), a Operação “Praia de Caraúbas”. O objetivo foi cumprir mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão temporária em desfavor de Romário Félix, Rafael Félix e Edney Almeida de Brito. Segundo as investigações, o grupo praticava roubos sequenciados em residências na praia de Caraúbas.

Ao longo das diligências, foram apreendidos: aparelhos celulares, um drone, uma pistola calibre 380, duas espingardas de ar comprimido, a quantia de R$ 3.000,00 (três mil reais) em dinheiro fracionado, uma balança de precisão, porções de cocaína, pedras de “crack” e maconha. Romário Félix e Rafael Félix também foram autuados em flagrante delito pela suspeita da prática dos crimes de posse irregular de arma de fogo e tráfico de drogas. Além disso, contra Romário Félix havia em aberto dois mandados de prisão preventiva pela suspeita da prática dos crimes de roubo e receptação.

A Operação contou também com o apoio da Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso e à Pessoa com Deficiência (DEPID) de Natal, da Delegacia Especializada em Falsificações e Defraudações (DEFD), das 2ª e 4ª Delegacias de Polícia de Natal e da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN). Os mandados foram expedidos pela Vara Única da Comarca de Extremoz, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN).

Os três suspeitos foram conduzidos até a delegacia e encaminhados ao sistema prisional, onde permanecerão à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.