Foto: Isac Nóbrega/PR
O ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP), criticou nesta terça-feira (26) os banqueiros que assinaram um manifesto em defesa da democracia. Segundo Ciro, antes o Banco Central “podia ser o chicote ou o bombom dos governos para os banqueiros”.
Eis a declaração de Ciro Nogueiras:Presidente @jairbolsonaro, sabe porque os banqueiros hoje podem assinar cartas inclusive contra o presidente da República, ao invés de se calarem com medo nos congelamentos de câmbio do passado?

Porque hoje, graças ao desprendimento do poder do Senhor e à visão de país do ministro Paulo Guedes, o Brasil passou a ter um Banco Central independente. Antes, o Banco Central podia ser o chicote ou o bombom dos governos para os banqueiros.

Agora, graças ao senhor, o Banco Central não obedece ao presidente. É independente. E agora os banqueiros podem até assinar manifestos contra o presidente pois sabem que não serão perseguidos. Eles podem assinar manifestos contra porque estão livres da perseguição, sim, mas o Banco Central independente coloca em prática o PIX, que por ano transferiu mais de 30, 40 bilhões de reais de tarifas que os bancos ganhavam a cada transferência bancária e hoje é de graça.

Então, presidente, se o senhor faz alguém perder 40 bilhões por ano para beneficiar os brasileiros, não surpreende que o prejudicado assine manifesto contra o senhor.

Mas os beneficiários, presidente, as dezenas de milhões de beneficiários do PiX vão assinar o manifesto deles também, no dia da eleição, apoiando o seu nome.

Fonte: Gazeta Brasil