O governador regional de Lugansk, Serhiy Gaidai, estima que 60 pessoas morreram após um bombardeio russo a uma escola na vila de Bilohorivka.Mais cedo, as autoridades ucranianas confirmaram a morte de duas pessoas. Outras 60 estão sob os escombros da escola, que servia como abrigo para quase cem civis.

Ainda de acordo com o governador, 27 pessoas que estavam abrigadas no local foram resgatadas, sendo que sete ficaram feridas.

No sábado, um avião russo lançou uma bomba na escola, que fica a cerca de 11 quilômetros da linha de frente do conflito. RP