Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que o fundão eleitoral é imoral, mas não é inconstitucional.

Assim, o Congresso tem o poder de meter a mão no bolso do cidadão e tirar o dinheiro para bancar suas campanhas. O aumento é ainda mais pornográfico quando comparado ao do salário-mínimo no mesmo período. Em 2018, o valor era de R$ 954 e teve alta de 27% para chegar aos atuais R$ 1.212, enquanto o fundão eleitoral foi de R$ 1,7 bilhão em 2018 e inchou 188,2% para os R$4,9 bilhões atuais.(RP)