O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) aprovou na noite desta quarta-feira (2), em assembleia com a categoria, indicativo de greve e mobilizações.

Os professores reivindicam o reajuste de 33,24%, conforme anunciado pelo Ministério da Educação.

Mais cedo, durante a leitura da mensagem anual, a governadora Fátima Bezerra (PT) garantiu o pagamento do reajuste e falou em paridade entre ativos e aposentados.

O sindicato reivindica uma proposta concreta desse pagamento.

Veja o que foi decidido durante assembleia do Sinte:

02/02 – indicativo de greve da educação a partir de hoje;

04/02 – Ato na Governadoria (Mesmo dia da Audiência);

07/02 – Assembleia de Indicativo de greve;

14/02 – Assembleia de Deflagração da Greve (caso não seja apresentada uma proposta concreta de pagamento do piso).

Por Saulo Vale