O ano de 2021 foi marcado por muitas contusões para Neymar. Foram quatro lesões que o afastaram do time por pelo menos 107 dias. Um prejuízo e tanto para o Paris Saint-Germain.

Com 14 vitórias em 19 jogos — e apenas uma derrota — o PSG termina a primeira fase da Ligue 1 na 1ª posição, com 13 pontos em relação ao Nice, segundo colocado. O campeonato volta no dia 7/1 com a 20ª rodada.

Neymar faz falta, muita falta mesmo. Desde que se contundiu, o time tropeçou em algumas equipes da parte de baixo da tabela, com empates que não podem ser concebidos. O próprio Mauricio Pochettino já admitiu que sente falta da criatividade de Neymar.

Para que se tenha uma idéia, comparou-se os primeiros seis meses de Lionel Messi em Paris, com o mesmo período de Neymar no PSG. O argentino fez seis gols e deu cinco assistências. Neymar, por sua vez, fez 17 gols e deu 12 assistências.

Mas, além do prejuízo técnico, há também um enorme prejuízo financeiro para o clube parisiense. Neymar ganha € 36,8 milhões de euros por ano (aproximadamente R$ 235,5 milhões). Isso corresponde a um salário mensal de R$ 19,5 milhões, ou R$ R$ 650 mil/dia.

Como ele ficou 107 dias parado, sem treinar e sem jogar, podemos fazer uma conta rápida e concluir que Neymar deu um prejuízo de R$ 69,5 milhões ao PSG na temporada de 2021.

Em 2022, ano de Copa do Mundo, esperamos que Neymar livre-se dos pontapés dos zagueiros adversários, para ajudar não apenas ao seu time, mas, principalmente, a Seleção Brasileira.

Metrópoles