Ciro fez duras críticas ao ex-ministro Sérgio Moro – Foto: Farias Júnior

Em visita ao Ceará neste sábado (13) depois de retomar a pré-campanha eleitoral à Presidência, o pré-candidato Ciro Gomes (PDT) falou sobre a possível entrada do ex-ministro Sergio Moro (Podemos) na disputa pelo Planalto em 2022. Segundo ele, “o povo brasileiro não vai botar um juiz ladrão e politiqueiro para administrar uma economia como a nossa”.Ciro esteve em Barbalha, município do Ceará, ao lado do governador Camilo Santana (PT), durante inauguração do Complexo Ambiental Mirante do Caldas, que inclui um teleférico.

No encontro, Ciro classificou a possível candidatura de Moro como “um factoide” e projetou que ela “vai se desfazer como fumaça”.

“Porque os endinheirados do Brasil e os interesses estrangeiros que estão entrando estão desesperados porque não têm votos”, afirmou o pedetista, acrescentando: “E vão tentar, tenta um, tenta outro e tenta outro. A bola da vez é a tentativa do Moro”. Com informações do Jornal O Povo.

Ex-juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba, Moro se filiou na última quarta-feira (10) ao Podemos, em ato em Brasília no qual discursou como candidato. O partido trabalha o nome do ex-ministro de Jair Bolsonaro como postulante à sucessão do presidente.

No evento, Moro alternou críticas duras ao ex-presidente Lula e ao atual ocupante do Planalto, mas fez acenos a candidatos postos na chamada terceira via, como o ex-ministro da Saúde Henrique Mandetta, presente ao evento.

Com informações do repórter Guilherme Carvalho/O Povo