Alemanha ultrapassa 100 mil mortes por Covid-19 Foto: Ronny Hartmann / AFP

A Alemanha ultrapassou nesta quinta-feira o número de 100 mil mortes por Covid-19 desde o início da pandemia. Conforme o Instituto Robert Koch (RKI), autoridade federal de saúde, foram contabilizados 351 óbitos e 75.961 casos nas últimas 24 horas.A marca de 100.119 óbitos ocorre em meio ao avanço da quarta onda de Covid-19 na Europa. A taxa de infecções a cada 100 mil habitantes nos últimos sete dias foi de 419,7 — a mais alta desde o início da pandemia. No dia anterior, o valor era 404,5; na semana passada, 336,9 e em outubro, 110,1.

Alguns hospitais do país já enfrentam uma “sobrecarga aguda” de atendimentos, tornando necessária a transferência de pacientes infectados para outros países, disse Gernot Marx, chefe da Associação Interdisciplinar Alemã de Terapia Intensiva e Medicina de Emergência à agência AFP.

Na tentativa de aumentar a taxa de vacinação, o governo anunciou na semana passada restrições mais rígidas de circulação, como a exigência de comprovante de imunização ou teste recente com resultado negativo para usar o transporte público ou frequentar o local de trabalho.

Outros países na Europa têm tomado medidas para conter o aumento de casos. A Itália, por exemplo, vai restringir o acesso de pessoas não vacinadas contra a Covid-19 a alguns locais fechados. A Áustria tornou a imunização obrigatória para todos os cidadãos.

O Globo
Blogue Claudio Oliveira: Será culpa do governo brasileiro? Porque "tudo" que acontece no Brasil, colocam a  culpa em Bolsonaro.