Em Brasília (DF), os manifestantes contrários ao governo se concentram na Torre de TV, a cerca de 4 quilômetros do Palácio do Planalto, onde os apoiadores do presidente esperam Bolsonaro. De acordo com os organizadores, cerca de 3.000 pessoas estavam no ato às 10h45. Já a PM falou em 400 pessoas.Os protestos contra o governo são organizados pela campanha #ForaBolsonaro e pelo Grito dos Excluídos e Excluídas. Também contam com a participação de partidos de esquerda e de centrais sindicais. Os organizadores calculam que há 205 atos convocados para esta 3ª feira (7.set.2021), sendo 197 em cidades brasileiras e 8 em cidades da Europa.

Em Brasília, o protesto começou por volta das 9h na Torre de TV, onde normalmente é realizado o Grito dos Excluídos no 7 de Setembro, com a arrecadação de alimentos. As doações serão entregues à Marcha Nacional das Mulheres Indígenas. Cerca de 4.000 mulheres indígenas, de 150 povos diferentes, devem chegar à capital federal hoje para participar da marcha, marcada para 5ª feira (9.set.2021).

Vestindo blusas vermelhas, usando faixas, cartazes e bandeiras, os manifestantes pedem o impeachment do presidente. Grupos musicais usando tambores se apresentam. A curta distância dos atos favoráveis ao governo, no entanto, deixou muitos manifestantes com medo de ir ao protesto e exigiu adaptações dos organizadores.