Foto: Reprodução

O Saiba Mais – Agência de Reportagem, destaca nesta sexta-feira(20) que sessenta e oito fósseis que pertencem a um museu do Ceará foram encontrados com o padre Márcio de Lima Pacheco, investigado por roubo de artigos religiosos da Capela Santa Tereza D’Ávila, que fica na Mina Brejuí, em Currais Novos, Rio Grande do Norte.

O material foi encontrado pela Polícia Civil do RN durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão, na quinta-feira (12), nas residências do suspeito, em Currais Novos e Natal, onde estava exercendo suas atividades. Os fósseis serão encaminhadas à Polícia Federal nesta sexta-feira (20) e os itens religiosos foram reconhecidos pelos funcionários da capela.

O furto incluiu um crucifixo de duas faces, seis castiçais, dois jarros de prata, um missal em latim, um véu de ombro e quatro toalhas de altar. Além da subtração dos objetos, outros foram substituídos por um de qualidade inferior, como três batinas e um Ostensório.

De acordo com o paleontólogo doutor em Oceanografia Álamo Saraiva, os fósseis são de peixes e plantas da Formação Romualdo, Bacia do Araripe, e têm idade aproximada de 112 milhões de anos – da fase marinha da bacia.

Confira matéria completa AQUI.